[Resenha - #4] Prodigy- Marie Lu

15 de janeiro de 2015
"Tudo que me era familiar não existe mais."



Trilogia Legend # 02
Autora: Marie Lu
SBN: 9788579272905
Ano: 2013 / Páginas: 304
Editora: Prumo/ Rocco


Sinopse: Os opostos perto do caos. Depois que um cataclismo atingiu o planeta Terra, extinguindo continentes inteiros, os Estados Unidos se dividiram em duas nações em guerra: a República da América, a oeste, e as Colônias, formadas pelo que restou da costa leste da América do Norte. June e Day, a menina prodígio e o criminoso mais procurado da República, já estiveram em lados opostos uma vez.
Agora eles têm a oportunidade de lutar lado a lado contra o controle e a tirania da República e, assim, alterar para sempre o rumo da guerra entre as duas nações. Resta saber se estão preparados para pagar o preço que as transformações exigirão deles.


Em Prodigy, conhecemos mais sobre como a República foi criada e a importância das provas nesse processo todo. O legal dessa distopia é que não temos só o foco nos Estados Unidos, como na maioria das distopias por aí conhecidas, Marie Lu nos conta mais. Além de falar sobre o que houve no restante do mundo, ela nos fala como o mundo vê a Repúbica. Ela chega até citar o Brasil.

A história continua tendo romance entre os protagonistas, mas cresceu em relação a Legend e ainda tem o surgimento de um triângulo amoroso, mas a autora não tornou o romance como foco, ela continuou com toda a ação presente no primeiro livro.

Nesse livro também temos mais conflitos interiores, onde os protagonistas repensam suas escolhas e suas ações, sendo que um movimento em falso poderá ser o fim de uma nação ou fazer uma série de revoluções. 

Marie Lu se superou na narrativa, trazendo uma história intensa e perfeita; ela é uma autora que não tem piedade dos personagens, podemos esperar de tudo, e isso tornou a leitura muito mais empolgante. Assim como em Legend, a narrativa se passa por meio das perspectivas do Day e da June.

Prodigy se tornou uns dos meus livros favoritos, e seus personagens, meus preferidos. Eu não consigo descrever os sentimentos que a história despertou em mim, com certeza, é a melhor distopia que li até hoje e é praticamente impossível não imaginar um filme.

4 comentários:

  1. Gente, tô vendo esses livros em todo blog literário, to louca pra comprar, mas fiz uma promessa, então tenho que uma parte dos que já tenho..
    Bom, obrigada pela resenha e seu layout é fofo!
    bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Ana, Volte sempre.
      Beijos :*

      Excluir
  2. Adorei a resenha, esse livro está na minha lista de livros pra comprar ainda. Estou doida pra ler. :)

    ResponderExcluir