Sombra e Ossos - Leigh Bardugo

27 de abril de 2015
"Você é o primeiro lampejo de esperança que tenho a muito tempo."

Sombra e Ossos
Trilogia Grisha # 1
Autora: Leigh Bardugo
Ano: 2013 / Páginas: 288
Editora: Gutenberg
Para entenderem melhor a resenha, vou começar explicando quem é quem no livro:
Os Grishas dividem-se em três Ordens:
Os Corporalki compõem a ordem dos vivos e dos mortos, e subdividem-se em sangradores e curandeiros (são os que causam ferimentos e os que os curam).
Os Etherealki compõem a ordem dos conjuradores, que são aqueles que conseguem manipular as forças primais, subdividem-se em Aeros (Ar), Infernais (fogo) e Hidros (água).
Os Materialki compõem a ordem dos fabricadores, que subdividem-se em Durastes (que lidam com metais) e Alquimistas (com poções).
A Dobra das Sombras ou Não Mar é um mar amaldiçoado.
Os Volcras sãos criaturas que vivem na Dobra das Sombras.
O livro conta a história de Alina Starkov, uma órfã que trabalha como cartógrafa em seu regimento. Sua primeira expedição a obriga cruzar a Dobra das Sombras, pondo em risco sua própria vida. Seu regimento é atacado na expedição e seu melhor amigo, Maly, é ferido por um volcra,  Nisso Alina traz à tona um poder adormecido para tentar salvar Maly e a si mesma. Mas a incrível e poderosa habilidade revelada transformará sua vida. Após isso ela é levada para a corte real a fim de ser treinada como uma Grisha, porque agora Alina é a chave para uma guerra que devasta seu país há anos e porque só ela é capaz de iluminar a escuridão.
No começo a leitura pra mim foi um pouco lenta, porque como o livro se passa na Rússia então tem vários nomes em Russo e demorou um pouco pra eu me acostumar. Mas a escrita da autora é fluida e luxuriosa, marcada pela capacidade persuasiva da autora de nos manter entretidos e absortos em sua trama. 
O universo de Ravka criado pela autora é extremamente bem construído, cheio de magia e mistérios. Durante todo o desenvolvimento do enredo somos presenteados com doses certas de magia e complexidades acerca dos dons misteriosos dos Grisha. Os Grishas também foram bem desenvolvidos, as origens de seus poderes e de seus nomes e cargos e divisões entre poderes são riquíssimos. 
Os personagens de modo geral são bem construídos. Alina é uma protagonista envolvente, tem humor moderado, coragem e senso de justiça apurado. Além disso, as limitações e imperfeições da personagem deixam ela ainda mais incrível e interessante. Maly, é um personagem doce e ligeiramente ausente na primeira parte do livro, mas gostei dele.

E o Darkling o que falar dele?
Darkling é sombrio, maravilhoso, misterioso conjurador das sombras, é o responsável por guiar Alina até o palácio, e também o responsável por incentivá-la e acreditar em seus poderes. Por ser um homem misterioso, o Darkiling é aquele personagem que sempre está jogando só não se sabe exatamente de que lado, afinal ele tem algo cativante.
Sobre o romance?  Sim tem, mas a autora não foca muito nele. No começo há um início de um triângulo amoroso, só que o romance é concentrado em apenas um dos personagens masculinos. Admito que a autora soube mexer com a minha cabeça antes de definir quem seria o par ideal para Alina.
E Sobre a edição do livro, a Gutenberg caprichou. A capa possui uma textura um pouco aveludada, com verniz aplicado à localidades específicas. As folhas são bem grossas e amareladas, o que torna a leitura muito mais agradável. Há também uma arte indicativa em cada início de capítulo com sua numeração, fora o mapa muito lindo que possui no começo do livro.
O que mais eu posso falar? Que leiam o quanto antes o livro, o enredo é cheio de originalidade, reviravoltas, acontecimentos de tirar o fôlego, uma mistura de fantasia, aventura, amizade, romance, e magia, que deu muito certo.

8 comentários:

  1. Oi
    Que bom que gostou dessa leitura, parece ser bem legal e pelo jeito a parte de edição deve estar linda. O livro chamou minha atenção.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim a edição está linda mesmo *-*

      Beijos :*

      Excluir
  2. Eu não sei porque essa divisão de "Classes" me lembrou muito "Vampiro - A máscara"
    Adorei a premissa do livro e que capa linda hein? Fiquei louca para ler, quero para ontem!

    Estandy Books - A Estante da Andy

    ResponderExcluir
  3. Sempre admirei essa capa, é linda e com um toque que nos convida a adentrar naquele ar de mistério. Ainda assim, pela sua resenha acho que a história não faz muito estilo :( o mapa ficou incrível, um trabalho e tanto em cima dele, editora tá de parabéns! E sua resenha também, explicou direitinho do que se trata a obra :)

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de "Billy e eu", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada *-*
      Que pena que não faz o seu estilo, porque o livro é ótimo.

      Beijos :*

      Excluir
  4. Não é o tipo de livro que eu gosto de ler. Mas, a sua resenha ficou simplesmente ótima. Muito bem escrita, na minha opinião.

    www.expectativasreais.com.br

    ResponderExcluir