Sobre Recordações

18 de maio de 2015


Quantas vezes eu fico a pensar sobre as coisas que vivi nesses 23 anos de vida. Lembro do tempo que eu era livre para correr e brincar sem preocupação.
Lembro da infância, de quando tudo na vida era mais divertido, qualquer coisa era motivo para ficar feliz. Lembro das brincadeiras com meus primos que naquela época era as coisas nas divertidas dos meus dias. Não existia essa tecnologia que se tem hoje em dia para divertir, as nossas diversões era correr, brincar de boneca, de casinha, jogar bola e etc.
Uma lembrança boa é dos desenhos da infância, de acordar cedo só para ir pra sala passar amanhã vendo TV.  
Lembro do quando achava chato ter que acordar cedo para ir para a escola, mas depois ficava feliz de poder encontrar os amigos.
Recordo-me da adolescência, onde eu comecei a gostar mais de música, onde aconteceu minha primeira da paixão, meu primeiro beijo.
Tenho lembrança do meu primeiro emprego onde eu ganhava pouco mas ficava feliz por ser capaz de conseguir fazer algo de importante na vida.
Outra coisa me recordo com muita nitidez são os dias que conheci meus ídolos, os dias que encontrei aquelas pessoas que me ensinou tanto com suas música e citações.
Quanto tempo passou não é mesmo? Agora me refugio nas recordações, viajo nas profundezas dos meus sentimentos e sentir saudades se torna algo bom quando se tem coisas bonitas para lembrar.
A vida vai passando e com ela começamos a entender que tudo tem seu tempo que não adianta querer crescer logo ou querer que algo aconteça logo, tudo tem seu momento exato para acontecer, para que depois possamos ter boas lembranças como essas. Definitivamente percebo que cada momento da minha vida foi bem vivido. Tenho arrependimentos? sim e quem tem não tem não é verdade? Mas cada um deles eu percebo que foi um aprendizado para eu me tornar o que sou hoje.

Esse post faz parte da Blogagem coletiva do grupo Blogs UP. Espero que tenham gostado.

12 comentários:

  1. Como diz a frase clichê, recordar é viver!
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Olá Dani, antes de tudo gostaria de agradecer pela visita e o comentário no blog, espero que volte sempre.

    Adorei seu post, me trouxe tantas recordações de infância. Como era bom chegar da escola, assistir ao canal favorito e logo em seguida correr brincar de tantas coisas... Uma época em que a única preocupação eram as notas no boletim.
    É, por isso a frase "vida cada minuto como se fosse o último", porque o tempo passa e só o que nos resta são lembranças.

    Beijos, aguardo nova visita
    http://escrevaeaprenda.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. concordo tudo na vida sao aprendizados que precisamos passar sendo eles bons ou ruins. Gostei muito do texto.
    www.pardedoiis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Dani, gostei muito do texto. Recordar é muito bom, nos faz lembrar de coisas importantes. Boas ou ruins, continuamos aqui, superamos e ainda vamos em frente.
    http://www.leituradascinco.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou. A vida é assim mesmo né, sempre temos que seguir em frente apesar dos apesares.

      Beijos :*

      Excluir
  5. oi Dani adorei seu texto, época boa que não volta mais, agora só nos resta as lembrança.

    bjos da Je
    http://vivasonhandoo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, fico feliz *-*

      Beijos:*

      Excluir
  6. Que belo teu texto, tenho 18 anos e acho que ja vivi tanto, e muitas vezes me pego recordando.
    Foi tão bom ser criança e é tão bom ser grande rs que indecisão. Me identifiquei muito, vc escreve super bem!
    www.bemindelicada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade né? era muito bom ser criança.
      Muito obrigada *--*

      Beijos:*

      Excluir